O site do Gourmet trabalha com tecnologias recentes e seu browser pode não suportar todos os recursos.
Sugerimos que atualize a versão do seu navegador para ter acesso a todo o site.
Fechar esta notificação
Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar

Contedo de   Anonymus :: E churrasqueiras fumegantes

Debates culturais

11/10/2017 08:26     11/10/2017 08:27

Numa época de descaso com as demandas culturais, o Estado do Rio Grande do Sul – que tem sido campeão desse descaso – ofereceu um exemplo ao País nesta semana graças à Universidade de Passo Fundo e à Prefeitura de Passo Fundo: a Jornada Literária, grande festa da leitura e da literatura que ocorre de dois em dois anos, nos anos ímpares, mobilizando leitores e escritores de todo o Brasil. Em 2015, por falta de apoiadores adicionais e pelo descaso federal, a UPF e a Prefeitura não conseguiram promover a Jornada.

Mas, neste 2017, a festa inaugural foi uma demonstração de força, que movimentou a cidade com visitantes de todo o País. O palco central esteve lotado durante a solenidade de abertura. O evento ocorre há 36 anos, sempre com a promoção conjunta da Prefeitura de Passo Fundo e da UPF, considerado um dos maiores encontros literário da América Latina. A ideia da Jornada partiu da professora Tania Rösing e do escritor Josué Guimarães, em abril de 1981. O gaúcho Josué, um dos maiores escritores brasileiros, foi o incentivador número 1 da Jornada, que se tornou evento nacional, de repercussão internacional. Lembro do meu amigo Josué convocando um timaço de amigos ilustres para prestigiar o evento: Paulo Mendes Campos, Oto Lara Resende, Fernando Sabino, Vinicius de Morais, entre outros. Grandes debates culturais desses ícones da cultura brasileira ocorreram na frente de churrasqueiras fumegantes com cortes escolhidos de boa carne gaúcha. E eles vinham ao Rio Grande para a grande festa cultural de Passo Fundo.

Este ano, o comando da UPF parece determinado a levar adiante novas jornadas bianuais, sem interrupção. Os ganhos do município vão muito além do prestígio cultural: visitantes de todo o Brasil lotam hotéis e restaurantes. Os escritores Affonso Romano de Sant’Anna, Cintia Moscovich, Marina Colasanti e Michel Laub. Clarice Lispector, Ariano Suassuna, Carlos Drummond de Andrade e Moacyr Scliar foram os homenageados escolhidos deste ano.

Clarice Lispector, numa revisão histórica, vem sendo considerada a expressão literária judaica mais importante da história, depois de Franz Kafka. Moacyr Scliar foi outra voz judaica que valorizou a cena brasileira. Ariano Suassuna conseguiu ser uma voz determinante do seu tempo, cantando em versos toda a grandeza e toda a luta terrível dos nordestinos contra a miséria e o desencanto. Carlos Drummond de Andrade, além de poeta maior, foi um cronista encantador da vida brasileira: “A poesia fugiu dos livros e ocupou os jornais”. Talvez seja uma boa síntese da ambição secreta da Jornada de Passo Fundo.

Receita
Cuquinha Gaúcha

Ingredientes
• 3 ovos
• 1 ½ xícara de açúcar
• ½ xícara de óleo
• ½ xícara de leite
• 4 xícaras de farinha de trigo
• 3 colheres (chá) de fermento químico
• 600g de doce de leite
• 50g de manteiga cortada em cubinhos
• 1 pitada de sal
• 1 colher (chá) de canela em pó

Modo de preparo
• No liquidificador, bata os ovos, 1 xícara de açúcar, o óleo e o leite.
• Disponha em uma tigela e agregue 3 xícaras de farinha de trigo. Misture bem.
• Incorpore 2 colheres de chá de fermento químico.
• Disponha a mistura em duas formas untada em enfarinhadas.
• Disponha colheradas de doce de leite sobre a mistura. Reserve.
• Em uma tigela, disponha o restante de farinha de trigo (1 xícara), o restante do açúcar (½ xícara), a manteiga, uma pitada de sal, a canela em pó e o restante de fermento (1 colher de chá).
• Agregue todos os ingredientes amassando com a ponta dos dedos até formar uma farofa.
• Cubra a mistura das formas com a farofa.
• Leve ao forno preaquecido a 180 graus e asse por 30 Minutos.

DICA DO ANONYMUS - A Cuquinha Gaúcha foi um dos grandes best sellers da Jornada de Literatura de Passo Fundo. Como a criatividade não tem limites, não faltaram versões recheadas com pêssego, laranja e kiwi. Outra novidade foi o chimarrão conquistando o gosto de muitos jovens estudantes: influência das pesquisas que destacam o valor do mate para a saúde.

Comentários