O site do Gourmet trabalha com tecnologias recentes e seu browser pode não suportar todos os recursos.
Sugerimos que atualize a versão do seu navegador para ter acesso a todo o site.
Fechar esta notificação
Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar

Contedo de   Matrias :: Saboreando com a Camila

O meu top 5 do Chefs Gourmet

11/09/2017 15:16     11/09/2017 17:15

Estou aqui escrevendo ainda faceira pela 2ª edição do Chefs Gourmet, evento promovido pelo Grupo Sinos que ocorreu no final de semana passado, em Nova Petrópolis, e, assim como o de Canela, foi sucesso absoluto! Sucesso porque São Pedro ajudou, as pessoas aderiram à proposta, a variedade de pratos era boa, tinha música de qualidade e ainda espumante, drinks e muito chope para espantar o calorão. Tem como não gostar desta combinação?

Minha ideia era experimentar todos os pratos... Confesso, cheguei perto, mas não me senti na obrigação porque acho que um bom cardápio também é feito de boa apresentação e variedade. A gente tem que ser atraído para comer aquilo... Então, o que não me chamou nada a atenção, eu não comi – e fiquei bem com isso!

Mas, como mesmo assim foi bastante coisa que experimentei, resolvi fazer o meu “top 5” entre os 12 restaurantes e 12 pratos oferecidos por lá com preços fixos (R$ 15 o doce e R$ 25 os salgados). Para começar, todo o meu amor e adoração pelo hambúrguer. Gente, o que era aquilo? Era tão, mas tão saboroso, que ganhou meu coração. Imaginem algo com um generoso pedaço de carne grelhada, molhadinho e com um pão fofinho? Virei tão fã do Augusta Café, que quero ir lá conhecer o espaço deles em Canela.





Minha outra perdição foram as empanadas argentinas da Osteria Di Valli, que abriu há pouco tempo em Nova Petrópolis e ganhou o topo da minha lista de “restaurantes que tenho que conhecer em breve”. Deliciosas e com uma textura ímpar! Mas, apesar de também serem muito bem recheadas, achei que poderiam ser três unidades pelo valor de R$ 25, pois duas deu aquela vontade de comer mais, sabe como é? Ah, e olha que legal: fiquei sabendo que a receita é de um dos meus chefs favoritos, o Francis Mallmann. É que o Enio, dono do lugar, trabalhou com o chef no seu restaurante de Mendoza e foi lá que aprendeu a fazer estas empanadas assadas no forno à lenha.



Seguindo nossa listinha, destaco o prato oferecido pelo Piccolo Pollo (Nova Petrópolis), que me fez comer tortei e “lamber os dedos”. Sério, eu que nem gosto tanto da coisa, me deliciei! Mas eram só dois tortéis, um queijo delicioso, uma polenta brustolada (amo!) e um franguinho bem temperado. Me proporcionou um bom almoço de final de semana, mas, assim como as empanadas, poderia oferecer um pouco mais de comida – claro, levando em
consideração o valor, pois se for só o sabor, não tenho um “ai” para falar.





Para completar a listinha: o delicioso (e farto!) sanduiche do Malbec (Gramado). Como o pão acabou logo, não consegui comer o feito com ciabatta como haviam anunciado, mas comi com pão italiano e não poderia imaginar melhor. Recheadíssimo, tinha uma carne de costela desfiada que estava dos deuses.








E, por fim, o único doce entre as opções: o apfelstrudel da Padaria e Confeitara Petrópolis era muito bem servido e não vi absolutamente ninguém falando algo diferente de elogios ao prato! #arrasaram

Comentários