O site do Gourmet trabalha com tecnologias recentes e seu browser pode não suportar todos os recursos.
Sugerimos que atualize a versão do seu navegador para ter acesso a todo o site.
Fechar esta notificação
Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar

Contedo de   Matrias :: Ovelha Caf Literrio

Esquina do prazer - e do saber

Por Camila da Rosa Severo

04/08/2017 09:31     04/08/2017 09:31

O simpático logotipo com uma ovelha e o saco de café na porta chamaram a nossa atenção

ao passar na Rua Doutor Agnaldo da Silva Leal, em Bento Gonçalves. E, ao entrar no número 187, a sensação foi mais que agradável. Um café, uma livraria, um espaço para conversar, trabalhar, ver os amigos, curtir momentos a sós... Assim é o Ovelha Café Literário, espaço que te convida a almoçar um bom sanduíche ou mesmo tomar um café da tarde. Ah, e para quem aparece aos sábados, a boa pedida é o café americano servido até 13 horas com tudo que a gente tem direito: ovo, bacon, pão, panquecas, café preto à vontade...

Mas, eu e meu colega, o Tiago, estivemos lá em uma sexta-feira à tarde, após uma matéria

por Bento... De cara, a vitrine com os doces e salgados já chamou a nossa atenção, com

fartas opções em doce de leite (simplesmente amo doce de leite!) e um lindo bolo de laranja se exibindo. Já a decoração é uma atração à parte. Peculiar, delicada, colorida, simpática... O encantamento é imediato, ainda mais com a farta prateleira de livros à disposição dos visitantes que, nos contou um funcionário, começou com o acervo da dona e hoje já recebe contribuições dos clientes.

Ao abrir o cardápio, o destaque são os cafés: eles só trabalham com o tipo especial e, além das variedades em expressos, há quatro métodos de extração de passado. Experimentamos dois, feitos na mesa mesmo, potencializando todo aquele cheirinho de café feito na hora. O V60 é um método japonês (R$ 7 a xícara de 150ml) e similar ao tradicional filtro de papel, com ranhuras em espiral que facilitam a expansão do café em contato com a água. Já a prensa francesa (R$ 10 a de 280ml) é aquele método em que o café fica em contato com a água por quatro minutos e tem um filtro metálico – este processo não retém os açúcares e óleos presentes no grão, resultando em uma bebida naturalmente mais doce, encorpadas e cheia de sabor.

Para comer, a decisão foi difícil e a vontade foi de apostar em um dos atrativos sanduíches

com sabores diferentes (como presunto parma com figo, ou o de cogumelos, ou pastrami...), mas já tínhamos almoçado e eu quis um miniquiche de cebola caramelizada e gorgonzola e o Tiago o de bacon com queijo gruyere (R$ 4,90 cada). Ideal para comer algo salgado sem pesar a consciência! De sobremesa, cheesecake de doce de leite para mim (R$ 10,90) e torta de limão siciliano com merengue suíço flambado para o Tiago (R$ 12,90).

Satisfeitos em conhecer um lugarzinho tão charmoso. Foi esta a sensação que nos acompanhou de volta a Novo Hamburgo.

Comentários