O site do Gourmet trabalha com tecnologias recentes e seu browser pode não suportar todos os recursos.
Sugerimos que atualize a versão do seu navegador para ter acesso a todo o site.
Fechar esta notificação
Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
  • Julio Gostisa

    Olá, seja bem-vindo ao meu blog no Gourmet. Sou um apaixonado pela indústria da comunicação e pelo mundo dos vinhos há anos! Escrever sobre vinhos é subjetivo, mas quando feito com dedicação serve sim para ajudar o leitor a ganhar mais confiança. Facilitando que ele venha conhecer novas regiões, uvas, vinícolas ou até mesmo safras. Portanto, a ideia deste blog é passar de maneira objetiva informações uteis sobre produtores, tipos de vinhos, regiões, viagens, harmonizações ou até mesmo lançamentos no mercado gaúcho. Juntos iremos nos surpreender com esta indústria e no final você certamente irá aprender a confiar mais em seu paladar!

Conteúdo de   Blogs#Julio Gostisa :: 

Amor, saúde e vinho!

15/07/2016     14h19

Você descobre aos 96 anos de vida que tem uma forma rara de câncer no coração. Decide fazer uma cirurgia invasiva em busca de mais alguns anos de vida. Sobrevive. Qual seria a primeira coisa que você faria depois disso? Certamente não seria abrir uma vinícola, certo? Ainda mais sabendo que levam no mínimo cinco anos para ter uma primeira boa colheita! Pois foi exatamente isso que o Barão Dr. Bodo Von Bruemmer decidiu fazer em 2006, montar sua própria vinícola chamada Casal Santa Maria em Colares (Sintra), Portugal.
Vamos falar um pouco da vinícola que nos foi apresentada pelo próprio Barão (oriundo do território da Rússia dos Czares, nascido em família germânica e de ter vivido anos na Suiça antes de se mudar a Portugal) neste mês de Maio. Isso mesmo ele hoje está com quase 106 anos e segue disposto e fazendo vinhos. Com muito orgulho nos informa que a maioria de suas videiras não possuem enxertos e por causa da proximidade ao mar sobreviveram a praga filoxera que abateu muitos vinhedos da Europa.
A CSM - Casal Santa Maria é a exploração vitivinícola mais ocidental da Europa. Até 1906 foram cultivadas vinhas e produzidos vinhos nesta quinta. Em 2006, após 100 anos de intervalo, procedeu-se a reconstrução dos edifícios, onde está instalada a moderna adega, e a plantação de 7,5 ha de vinha. A escolha deste terroir permitiu o cultivo de castas nacionais e internacionais cuidadosamente selecionadas e a criação de vinhos brancos e tintos de forma a corresponder às mais altas expectativas nos contou o sorridente e interessado Barão em inglês fluente.
Pois bem, nada como uma boa história de vida e exemplo de nunca desistir dos seus sonhos. A vida é realmente muita curta para ficar esperando ela simplesmente acontecer. Já diria Bodo.

Comentários