O site do Gourmet trabalha com tecnologias recentes e seu browser pode não suportar todos os recursos.
Sugerimos que atualize a versão do seu navegador para ter acesso a todo o site.
Fechar esta notificação
Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
  • João Ávila

    Bom cozinheiro não é aquele que faz um coq au vin, ensopado de vitela à provençal ou rosbife com molho tártaro. Bom mesmo é quem transforma ovo frito num banquete e descobre, nos cantinhos da dispensa, o que pode ser feito para a receita do dia. Foi assim que o jornalista João Ávila, editor de política do Jornal NH, descobriu o gosto pela cozinha. Para ele, vale aquilo que cai no gosto das pessoas. Não dispensa uma carne de panela e se inspira na situação do País para fazer o que mais gosta: um revirado. Então, boa leitura (e bom apetite).

Conteúdo de   Blogs#João Ávila :: E pontos no dedo

Farofa de pinhão

07/07/2015     17h40

Da maravilhosa culinária gaúcha, a farofa de pinhão tem seu valor. Tem gosto de É um acompanhamento perfeito para qualquer tipo de comida feita no fogão a lenha. Só não tente descascar o pinhão frio.

Aconteceu comigo. Mês de junho, quarta-feira à noite, chego em casa e decido fazer farofa com o pinhão que sobrou no final de semana. Começo a descascar, um a um. Até que a faca escapou e pegou na ponta do meu indicador da mão esquerda. Trabalho suspenso, fomos para o médico e retornamos, horas depois, com seis pontos e uma dor só amenizada pelo remédio. Mas a farofa era a meta e antes de dormir, terminamos o serviço. Tirando o incidente, valeu a pena.

Farofa de pinhão
1 quilo de pinhão cozido e descascado
150 gramas de bacon
150 gramas de linguiça
150 gramas de charque
1 cebola
2 dentes de alho

Modo de preparo
Coloque o pinhão num processador. Não deixe chegar ao ponto de farinha.
Numa panela de ferro, frite o bacon e a linguiça. Depois acrescente o charque e, mais tarde, a cebola e o dente de alho picados.
Quando a cebola estiver cozida, coloque o pinhão e mexa por aproximadamente 10 minutos.
Dependendo do sal do charque, não é necessário salgar

Acompanha bem uma costelinha de porco feita na panela.

Comentários