O site do Gourmet trabalha com tecnologias recentes e seu browser pode não suportar todos os recursos.
Sugerimos que atualize a versão do seu navegador para ter acesso a todo o site.
Fechar esta notificação
Compartilhar Compartilhar Compartilhar Compartilhar
  • João Ávila

    Bom cozinheiro não é aquele que faz um coq au vin, ensopado de vitela à provençal ou rosbife com molho tártaro. Bom mesmo é quem transforma ovo frito num banquete e descobre, nos cantinhos da dispensa, o que pode ser feito para a receita do dia. Foi assim que o jornalista João Ávila, editor de política do Jornal NH, descobriu o gosto pela cozinha. Para ele, vale aquilo que cai no gosto das pessoas. Não dispensa uma carne de panela e se inspira na situação do País para fazer o que mais gosta: um revirado. Então, boa leitura (e bom apetite).

Conteúdo de   Blogs#João Ávila :: Em clima de arraiá com feijoada!

Aniversário de casamento

23/06/2015     11h27

 O aniversário de casamento se tornou um Arraiá (com feijoada)

 Muitos convites e nada daquele casal ir às festinhas de aniversário das nossas filhas. Depois de um tempo, nos revelaram: por questão religiosa, não comemoram datas natalícias. Mas são festeiros e vão, por exemplo, a festas de aniversário de casamento.
 Pronto, arrumamos o motivo para tê-los lá em casa: nosso aniversário de casamento comemorado nos dias 24 e 30 de junho. Calma, explico: dia 24 foi no Civil e no dia 30 no religioso.
 Para receber os amigos e seus filhos, resolvemos fazer uma feijoada. Para oito pessoas. Mas o cheiro foi chamando outro, e mais outro e, quando vimos, cerca de 20 amigos estavam lá em casa.
 No ano seguinte foram 40, chegou a 50. E a receita que está logo abaixo precisou ter seus ingredientes multiplicados.
 Com o tempo, a feijoada de aniversário (de casamento) transformou-se num Arraiá. Afinal, 24 de junho é Dia de São João. Já foram três edições de festa caipira, com pinhão, quentão, passoquinha, pipoca e, é claro, feijoada.


Feijoada do Ávila

2 quilos de feijão preto
300 gramas de linguiça calabresa fina
200 gramas de paio
300 gramas de carne charque (carne seca)
300 gramas de alcatra
300 gramas de bacon
500 gramas de pele de porco salgada
2 pés de porco
500 gramas de costelinha defumada
4 cebolas
1 cabeça de alho

Modo de fazer (no fogão campeiro)

Lave o feijão e deixe de molho por algumas horas. Leve ao fogo em panela grande.
Enquanto o feijão começa a ferver, dessalgue os pés e a pele de porco e o charque. Corte em pedaços pequenos e leve à panela, depois que o feijão estiver fervendo. Corte a carne em cubos e também leve à panela. Depois acrescente a linguiça calabresa e o paio.
O bacon deve ser frito antes de ser levado à panela para eliminar um pouco da gordura
Acrescente a cebola e o alho e deixe ferver até ficar no ponto. Como tem peças salgadas, experimente. Se for necessário, acrescente sal a gosto
Para acompanhar, couve refogada, laranja, farofa e, para quem gosta de sustança, um arroz branco.

Bebida fica a critério de cada um.

Comentários